Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019

Homem acusado pelo Ministério Publico de matar ex-marido da amásia será julgado amanhã




COMPARTILHE

O Tribunal do Júri da Comarca de Cuiabá vai julgar Valdeci Moraes Silva, nesta quarta-feira (8), a partir das 13h30, sob a acusação, por parte do Ministério Público do Estado (MPE), de que ele matou Erasmo Roberto Rodrigues com um tiro de espingarda. O crime ocorreu em 27 de maio de 2011 e, de acordo com o processo, Erasmo era o ex-marido de Ivonete Augusto de Lima, mulher com quem Valdeci estava convivendo.

Na ocasião, de acordo com denúncia do Ministério Público, Erasmo estava na rua efetuando disparos de arma de fogo, ameaçando a ex-mulher, quando Valdeci teria atirado contra ele. Um dia antes do crime, Erasmo já havia agredido a ex-mulher e ambos foram parar na delegacia.

Também enfrentará júri popular em fevereiro, no dia 17, Odalo dos Santos. Ele é acusado de assassinar, a facadas, a ex-companheira, Adeleide Cândida da Silva, no dia 22 de junho de 2000, por volta das 15h. Consta da denúncia do Ministério Público que vítima e acusado conviveram por quatro anos e, após a separação, brigaram pela divisão dos bens, sendo que Odalo teria ficado devendo R$ 2 mil para Adeleide.

O MPE acusa que, no dia do crime e armado de uma faca, Odalo invadiu a residência de Jovelina de Freitas, onde a vítima estava hospedada, e avançou sobre Adeleide, que foi atingida três vezes e morreu na hora.

Já no dia 27 deste mês, será julgada Sandra Soares dos Santos, que de acordo com denúncia do MPE tentou matar a mãe dela, Sônia Maria dos Santos, no dia 11 de junho de 2011. Condenada por homicídio em Campo Grande (MS), Sandra mudou-se para Cuiabá, onde cumpria a pena em regime semi-aberto e morava com a mãe.

Conforme o que consta do processo, no dia do crime, Sônia tentou convencer a filha sobre os problemas de saúde causados pelo cigarro. A jovem não gostou, pegou uma faca que estava sobre a mesa e cortou o rosto da mãe, de cima dos olhos até a orelha. O crime só não foi concluído porque uma vizinha interferiu.

No total, em fevereiro, serão realizados 12 julgamentos, entre os dias 8 e 28, de acusados de cometerem crimes contra a vida. Os julgamentos serão presididos pela juíza da Primeira Vara Criminal - em substituição legal - Maria Cristina de Oliveira. As sessões do Tribunal do Júri serão realizadas no Fórum Desembargador José Vidal, em Cuiabá, com início sempre às 13h30, informa a assessoria do TJMT.

 


Autor:Olhar Direto


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<