Quarta-Feira, 20 de Novembro de 2019

Menor desaparecida é localizada pela policia na casa de namorado em Várzea Grande




COMPARTILHE

Uma adolescente que estava desaparecida, desde segunda-feira (26.10), quando saiu da casa dos pais em SantoAntônio de Leverger, foi localizada pela Polícia Judiciária Civil, nesta quarta-feira (28.10), após investigações da Delegacia Especializada de Adolescentes (DEA) de Cuiabá. A adolescente S.I.S.P. estava escondida na casa do namorado, no bairro Jardim Maringá II, em Várzea Grande.

Segundo as investigações da Núcleo de Inteligência da DEA, a menor saiu de sua casa em Santo Antônio de Leverger, por volta das 09 horas de segunda-feira (26) e embarcou em um ônibus com destino a Cuiabá. Uma tia da garota viu a sobrinha dentro do coletivo.

No mesmo dia, ao perceberem o desaparecimento da filha, os pais registraram um boletim de ocorrência na delegacia de Santo Antônio de Leverger. Seguindo a orientação de alguns colegas da área de Segurança Pública, os pais procuraram a Delegacia do Adolescente.

Assim que foram acionados da ocorrência, policiais do Núcleo de Inteligência da DEA iniciaram as investigações preliminares. Com o recebimento de mais informações, a equipe de investigadores realizaram diligências, conseguindo localizar a adolescente na casa do pai do seu namorado, também menor de idade, no bairro Jardim Maringá II, em Várzea Grande.

De acordo com o delegado, Paulo Alberto de Araújo, os familiares do rapaz já haviam procurado os órgãos competentes para comunicar que a adolescente estava na casa deles, mas a menor insistia em não colaborar, negando declarar o seu nome.

Após ser localizada, a adolescente foi entregue aos pais. O boletim de ocorrência e outros documentos produzidos durante o levantamento de informações foram encaminhados a Delegacia de Santo Antônio de Leverger, onde foi realizado o registro do desaparecimento

O delegado Paulo Alberto de Araújo ressaltou que pediu para o Núcleo de Inteligência fazer os levantamentos preliminares, para em seguida repassar para o Setor de Desaparecidos, da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), mas conseguiram localizar a menor antes.

“Sempre que possível, procuramos auxiliar na localização de pessoas desaparecidas, uma vez que outras ocorrências de desparecimentos são registrados na DEA-Cuiabá. Em virtude dos outros procedimentos da delegacia e alguns serviços de cunho social, as ocorrências são encaminhadas para o setor responsável da DHPP”, disse o delegado.


Autor:AMZ Noticias com Assessoria


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<