Sexta-Feira, 15 de Novembro de 2019

Suposta prostituta chama população de São Félix do Araguaia de pobre, fedida e feia




COMPARTILHE

Uma polêmica envolvendo comentários de uma garota de programa, publicados em uma rede de mídia social na internet, com inúmeras ofensas a população de São Félix do Araguaia parece não ter fim.

Os comentários são feitos por uma suposta garota de programa identificada como Kamila Rocha, a moça vêm causando revolta nas redes sociais, em varias publicações feitas, a garota critica os hábitos e a cultura da população sãofeliscense.

Nos posts Kamila Rocha fez comentários preconceituosos contra os sãofeliscenses, mas um deles tomou grandes proporções e está causando desconforto e ira em populares, na postagem feita Kamila Rocha trata São Félix do Araguaia como uma "cidade pobre" e os sãofeliscenses são chamados de "povo feio e fedido".

O comentário causou uma revolta generalizada, pois para muitos a GP,  que diz hoje residir em Goiânia está se achando a rainha da cocada preta e ofende todo mundo, Kamilla entrou em cena depois de publicações do final de semana mostrando os problemas enfrentados pela atual administração municipal de São Félix do Araguaia.

Segundo muitos populares, a cidade está sim faltando de cuidados, mas isso não quer dizer que podemos de certa forma generalizar, pois São Félix do Araguaia é uma cidade exuberante e possuem belezas naturais, está faltando um administrador que faça valer o que de mais bonito São Félix do Araguaia possui, sua riqueza natural e seu povo.

A suposta "Kamila Rocha", afirma ser natural de Santana do Araguaia e rebate com veemência as críticas por seus comentários, sempre voltando a denegrir a cidade de São Félix do Araguaia e seus moradores.

Em um deles ela afirma "Vou deixar um recado aqui bem claro e singelo, esse povinho fedido e pobre de São Félix do Araguaia, que vier atrás de mim pra saber da minha vida e depois sair me difamando eu vou começar a postar as propostas que recebo pelo WhatsApp de cada um, tudo aqui no face, para todo mundo ver, quem é quem. Principalmente os "casados", gente que nunca imaginei vindo atrás de mim. Ou então filmar as conversas de cada um. É orando pra ter paz e os capetas aparecendo. Me erra, só tenho isso a dizer. E outra se eu gostasse de São Félix eu estaria lá não aqui, então por favor se me virem em algum lugar, corta volta, evita, porque o próximo que vier, o golpe vai ser certeiro. Beleza? A cidade não evolui muito menos a mente de quem lá habita" finaliza.

Em outro ela tenta justificar as ofensas, afirmando que sua avó, moradora de São Félix do Araguaia estaria com problemas de saúde e foi levada pela família para Goiânia, porque não teria recebido o apoio e o tratamento necessário no município.

Segundo fontes Kamila Rocha tem origem humilde, e morava em São Felix do Araguaia, e somente há três anos atrás mudou se para Goiânia, também de acordo com a as informações, a garota que nunca gostou de estudar, abandonou muito cedo a escola, quando também iniciou sua vida de promiscuidade.

Em Goiânia, conforme ela faz questão de postar nas redes sociais, iniciou a atividade de garota de programa e passou a faturar uma “grana preta”, a qual ela não era acostumada a ver.

Talvez sua estupidez da moça interiorana, a levou a uma conclusão de que ser garota de programa em um grande centro, o faz mais digna do que seus familiares e amigos que residem na pacata cidade do interior, aliado a isso, o ódio e a ignorância, alimentados por Kamila Rocha, sai do campo da discordância das idéias para cair na esfera criminal, uma vez que os comentários preconceituosos publicados pela garota são previstas na legislação como: injuria difamação ou até mesmo racismo.

Vele lembrar que é necessário observar a inversão de valores, pois Kamila Rocha viveu grande parte de sua vida em São Félix do Araguaia, com sua mãe, sua avó e seus tios, pessoas pobres, porém honradas e trabalhadoras que construíram e mantiveram seus patrimônios com garra, determinação e honestidade.

Talvez este contraste cultural e a revolta social, leve hoje a garota, semianalfabeta, a se vangloriar de ser prostituta numa capital, ostentando a beleza, a ignorância e o dinheiro asqueroso, faturado as duras custas de se submeter aos desejos daqueles que pagam por uma mercadoria que será futuramente desvalorizada e muito breve descartada, fora do mercado.

As pessoas que estão se sentindo difamadas e sofrendo algum tipo de preconceito pela garota, já está na hora de todos pegarem esses prints e irem lá à Delegacia de Crimes na Internet e denunciar, pois só assim essa garota terá respeito a população.

 Xenofobia

De acordo com a legislação, a xenofobia pode ser definida como prática, indução ou incitação de preconceito de raça, cor, etnia e religião. O crime está previsto no artigo 20 da Lei nº 7716/89, com pena de reclusão, que pode variar de 1 a 3 anos e multa. Se for cometido por intermédio dos meios de comunicação, como pela internet, a pena pode ser agravada de 2 a 5 anos e multa, conforme o parágrafo 2º da mesma Lei. 

Veja a pagina do perfil de Kamilla Rocha e as inúmeras ofensas a população de São Felix do Araguaia  - https://www.facebook.com/kamilladealmeida.rocha


Autor:AMZNoticias com OReporterdoAraguaia


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<