Terca-Feira, 12 de Novembro de 2019

Carlos Fávaro se reúne com Ministro para solucionar demandas de prefeitos




COMPARTILHE

Com objetivo de buscar respostas para as solicitações feitas ao ministro de Cidades, Gilberto Kassab, pelos prefeitos de Mato Grosso o governador em exercício Carlos Fávaro participa de reunião com o chefe da Pasta nesta quarta-feira (17.02), na sede do Ministério das Cidades, em Brasília. As demandas foram apresentadas no último dia 04 de fevereiro, em grande reunião com a presença de mais de 130 prefeitos.

Para dar agilidade na tramitação dos convênios, uma equipe da vice-governadoria fará o acompanhamento dos processos. "Nós vamos trabalhar os desdobramentos do que ficou acordado na reunião que fizemos com todos os prefeitos na visita do ministro Kassab a Cuiabá. Diversos convênios e projetos apresentados pelos prefeitos precisam ter andamento. A equipe dele já está fazendo a análise caso a caso, e agora vamos voltar lá tecnicamente, com a nossa equipe, e buscar algumas soluções de algumas pautas", explicou o governador em exercício.

Segundo Fávaro, a intenção é sair de lá sabendo quais as pendências específicas de cada prefeitura para já trazer as respostas do Ministério. Por meio dessa intermediação, Fávaro afirma que o Estado deve montar um cronograma de trabalho para que os municípios sejam atendidos o mais rapidamente possível.

"Não dá pra ficar nesse discurso, temos que ir pra prática. Vamos fazer o elo entre o Ministério das Cidades e as prefeituras de Mato Grosso. Essa é uma determinação do governador Pedro Taques, esse alinhamento é uma vontade do ministro Kassab, e eu tenho certeza que os municípios serão atendidos", concluiu.

Também participa da reunião o secretário do Gabinete de Assuntos Estratégicos (GAE), Gustavo Oliveira, com objetivo de apresentar à equipe do ministro a situação para a implantação do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) em Cuiabá.


Autor:Airton Marques com Durcy Arévalo


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<