Quinta-Feira, 05 de Agosto de 2021

Ministério Público instaura procedimento para apurar conflito com indígenas em Mato Grosso




COMPARTILHE

O Ministério Público Federal (MPF), por meio de sua unidade em Juína (MT), instaurou um procedimento investigatório criminal para apurar um suposto conflito envolvendo indígenas na região noroeste do estado, no município de Colniza.

De acordo com as informações que chegaram até o Ministério Público Federal, um grupo de homens, entre eles indígenas e madeireiros, teriam ido até a base da Funai de proteção aos índios isolados da terra indígena Kawahiva do Rio Pardo.

Em seguida, teria ocorrido um tiroteio, resultando na morte de uma pessoa, que supostamente seria um indígena. O Ministério Público Federal já se reuniu com a Polícia Federal em Mato Grosso, de forma de urgência, para tratarem do caso. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) identificou o índio assassinado a tiros em um confronto entre indígenas e trabalhadores da Fundação Nacional do Índio (Funai), na última quarta-feira (10), na cidade de Colniza (1.070 km de Cuiabá). A vítima foi identificada como Erivelton Tenharin, de 43 anos.


Autor: Redação AMZ Noticias


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias