Segunda-Feira, 21 de Junho de 2021

Policia investiga suspeitos de enterrarem corpo carbonizado em Abreulândia do Tocantins




COMPARTILHE

A Polícia Militar divulgou nesta terça-feira (27) novos detalhes e imagens do local em que um corpo carbonizado foi encontrado na zona rural de Abreulândia, oeste do Tocantins, no último domingo (25). A ossada estava em uma cova rasa e foi descoberta após um vídeo que mostrava o enterro, ser localizado no celular do dono da fazenda pela PM de Goiás durante uma abordagem.

Segundo o relatório policial elaborado pela equipe do Tocantins, o funcionário da fazenda preso por porte ilegal de arma de fogo no domingo, confessou ter participado do enterro e deu mais alguns detalhes. Ele informou que teve ajuda de outras duas pessoas para fazer a cova: o dono da propriedade e outro funcionário. Ele negou que tenha cometido o assassinato e responde por ocultação de cadáver.

O nome da vítima continua sendo um mistério, já que a ossada ainda não foi identificada. A Polícia Civil está investigando a possibilidade de haver mais de uma vítima, uma vez que o vídeo indica a presença de outra pessoa na fazenda no momento do crime, mas nenhum outro corpo foi localizado até o momento.

A investigação aponta que a data mais provável do assassinato é o último dia 7 de abril. Nas imagens divulgadas nesta terça é possível ver a cova onde a ossada estava e as armas que foram apreendidas com os suspeitos, duas espingardas. Nenhum nome dos envolvidos foi divulgado pela polícia.

O único dos investigados que está preso é o funcionário que confessou a participação. O dono da fazenda tinha sido detido em Goiás, também por porte ilegal de arma de fogo. Ele pagou fiança e responde em liberdade. No caso dele, não houve flagrante de ocultação de cadáver uma vez que o corpo ainda não tinha sido localizado. Ele deve ser ouvido pela Polícia Civil do Tocantins nos próximos dias.


Autor: Redação AMZ Noticias


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias