Quinta-Feira, 02 de Dezembro de 2021

Nove curiosidades do Cuiabá Arsenal, campeão brasileiro de futebol americano




COMPARTILHE

O Cuiabá Arsenal é uma equipe de futebol americano brasileira, sediada em Cuiabá, no Estado de Mato Grosso, fundada em janeiro de 2006, filiada a AFAB 1.

O nome da equipe foi uma homenagem ao Arsenal de Guerra, prédio histórico de Cuiabá que hoje é um centro cultural sob administração do SESC 2.

O clube do Cuiabá Arsenal é o atual campeão do I Brasil Bowl, a série A do campeonato Brasileiro da modalidade, sendo também um dos principais clubes de futebol americano da America do Sul.

Veja 09 Curiosidades sobre o Cuiabá Arsenal relatadas por seus membros.

#1: Desde 2002 o Futebol Americano era praticado em Cuiabá aos finais de semana no campo da UFMT, por um grupo de amigos. Em 2006, depois de organizarmos um torneio com 4 equipes no formato 7x7, os jogadores reseolveram que era hora de passar para um nível mais alto. Um dos jogadores, o José Miguel Bispo, marcou uma partida com o Tubarões do Cerrado, equipe de Brasília, e nós então resolvemos criar um time. Depois de várias discussões pelas redes sociais (na época era o orkut) escolhemos o nome de Cuiabá Arsenal em homenagem ao prédio do Arsenal de Guerra. A equipe foi criada no dia 18 de Abril de 2006 e a nossa primeira partida foi no dia 16 de Junho de 2006 - vitória sobre o Tubarões do Cerrado por 33 a 8. 

#2: Como a equipe foi criada em 2006, 4 anos depois de iniciada a prática do esporte na cidade, sempre contamos com uma boa quantidade de jogadores. Os anos iniciais, de 2002 a 2005 foram mais difíceis. No início de 2006 os alunos de Engenharia da UFMT descobriram o esporte e passamos a contar com um grupo grande, que resultou no torneio em Abril de 2006 e na criação do Cuiabá Arsenal logo depois. Eu fui o técnico da equipe de sua fundação até 2010. Em 2010 nós tivemos a honra de receber o Clayton Lovett, americano casado com uma cuiabana e que se mudou para Cuiabá no final de 2009. Clayton entrou na equipe como jogador em 2010 e, pela sua liderança e experiência com o esporte, foi convidado para assumir como treinador em 2011. Ao final de 2012, depois da conquista do título nacional, Clayton decidiu dedicar-se a seus negócios particulares e deixou o comando da equipe. Nesse momento estamos negociando a vinda de um técnico para a equipe. 

#3: A principal dificuldade foi a falta de equipamentos apropriados (capacetes e ombreiras). Tivemos que importar os equipamentos enfrentando o alto custo e a dificuldade operacional de traze-los para Cuiabá. Conseguimos equipar a equipe no final de 2008. Atualmente a principal dificuldade da equipe é um local para treino. Com o fechamento do campo da UFMT para obras da Copa do Mundo, estamos treinando em locais mais afastados. Estamos pleiteando junto a Prefeitura Municipal um espaço para que o Arsenal possa ter o seu centro de treinamentos e suas escolinhas para atendimento à comunidade. 

#4: Em 2007 o Cuiabá Arsenal organizou a primeira competição em Cuiabá, o Pantanal Bowl I. Na época a administração da equipe ainda era voltada para os jogadores. Em 2008 fizemos o planejamento estratégico da equipe e entendemos que a gestão deveria se voltar para os fãs, que dariam, a médio e longo prazo, a sustenção para que a equipe se perenizasse. Isso ficou visível a partir do Pantanal Bowl II, que fizemos em 2008, onde a preocupação com o espetáculo tomou dimensões que ainda não eram comum no esporte no Brasil. Temos essa preocupação na equipe desde então. Ainda assim ficamos muito admirados e honrados com o público que acompanha nossas partidas e, principalmente, com o carinho e o respeito que os fãs tem para conosco. É nossa obrigação manter o nível da equipe dentro de campo e o nível dos nossos eventos fora de campo, como forma de devolver para nossos fãs um pouco desse carinho.

#5: O crescimento tem sido consistente ano a ano, fruto do cuidado que temos com nossos eventos, e, claro, dos resultados da equipe em campo. O cenário esportivo de Cuiabá também facilitou esse crescimento - não temos uma equipe que seja destaque nacional e o Arsenal conseguiu isso. Acredito que o Futebol Americano já conquistou um espaço em Cuiabá e está crescendo no interior do Estado. E ainda temos muito para avançar. Nosso principal desafio é levar o esporte para as crianças e faremos isso com as nossas escolinhas. 

#6: A Arena Pantanal será uma estrutura muito importante para o setor de entretenimento da grande Cuiabá. Além das partidas de futebol (o soccer, tradicional), ela oferecerá um espaço muito bom para outros esportes, como o Futebol Americano, e para outros eventos de entretenimento, como os shows, por exemplo. Uma boa estrutura (confortável, com estacionamento, bares, restaurantes, cobertura, banheiros, cadeiras, etc) certamente levará um novo público para a Arena, ansioso por eventos desse nível. O Cuiabá Arsenal certamente será um dos usuários da Arena Pantanal e tenho certeza que faremos, lá, excelentes eventos. 

#7: Em 2010, com o Clayton Lovett jogando aqui foi feito o primeiro intercâmbio trazendo 3 jogadores americanos para reforçar a equipe na fase final da competição nacional. Além de ajudarem em campo, esses jogadores foram fundamentais fora de campo e nos mostraram o quanto a equipe poderia ganhar com o aporte de conhecimento pessoas mais experientes no esporte. Em 2011 e 2012 contamos com 2 treinadores/jogadores americanos dedicados à equipe, além do Clayton Lovett, e isso mudou o nosso patamar técnico. Também em 2011, através do trabalho do Denevaldo Barbosa, um dos diretores da equipe, conseguimos realizar em Cuiabá o primeiro amistoso internacional no Brasil, com a equipe dos Los Felinos de La Florida, de Santiago, Chile. Foi uma experiência excelente e abriu as portas para o início desse intercâmbio. O jogador Heron Azevedo, brasileiro que joga há 3 anos nos Estados Unidos, é outra peça fundamental nesse intercâmbio. Heron passou 3 meses na comissão técnica do Arsenal em 2012 e foi fundamental no desenvolvimento dos nossos recebedores, uma das posições mais difíceis do jogo. Ainda em 2012 recebemos a primeira visita da Goal Line Americas, uma iniciativa do missionário Ken Lake que trouxe a Cuiabá, por uma semana, 10 treinadores, jogadores e ex-jogadores, incluindo um ex-jogador da NFL, a liga profissional americana. Foi uma experiência indescritível para os atletas do Cuiabá Arsenal e das outras equipes que participaram daquela semana de treinamentos em Cuiabá. 

#8: É preciso representar o reconhecimento do talento e do trabalho desses 10 jogadores, isso também mostra que a linha de trabalho do Cuiabá Arsenal está acertada, cobra-se  muito dos  jogadores, a equipe é uma das que mais treina no país (4 vezes por semana contra 1 vez por semana da maioria das equipes) contando com uma comissão técnica muito experiente. Os resultados estão aparecendo! 

#9: A equipe conta com o apoio de várias empresas, como a Livraria Janina, a FCS Bem Pensado, a Universidade de Cuiabá, a Biocare Quiropraxia, além do apoio fundamental da Prefeitura Municipal de Cuiabá e do Governo do Estado de Mato Grosso, mas ainda assim o orçamento anual do Cuiabá Arsenal tem cerca de 70% foi proveniente de recursos da Diretoria e dos próprios jogadores. Claro que essa situação não pode se manter no médio prazo, por isso seus membros empenhados em conquistar a confiança de novos patrocinadores para que o futuro da equipe não seja colocado em risco.


Autor: Caroline Pinnow


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias